EM MEMORIA DE SANDRO BARRETO GUIMARÃES

✩15/09/1967 ✞14/02/2021

Rotas da Azul para Aracati e Jericoacoara marcam crescimento de voos regionais

Outra novidade é o Azul Conecta, que atende Belo Horizonte, Recife e São Paulo com conexão entre Fortaleza e Jericoacoara

Por Samuel Pimentel

O Ceará retoma as rotas regionais e voltou a ter seus dois aeroportos no litoral com voos saindo de São Paulo. A Azul iniciou ontem viagem direta entre Campinas e Aracati, com voo lotado no jato da Embraer E 195 E2 para 136 passageiros.
A aérea já havia retomado a operação até Jericoacoara neste mês. 

Outra novidade da empresa é o Azul Conecta, que atende passageiros vindos de Belo Horizonte, Recife e São Paulo, com conexão entre Fortaleza e Jeri e frequências diárias em diferentes horários.

O secretário do Turismo do Ceará, Arialdo Pinho, destaca que a inauguração do voo para Aracati com avião lotado mostra o apetite do mercado pelo destino. Ele diz que, até janeiro, o Estado deve ter 2,5 mil voos, o que corresponde a 70% da quantidade observada em igual período do ano passado.

"É importante estarmos voltando, principalmente pelos polos de turismo no Interior, começando por Jericoacoara e agora Aracati. E atraindo o mercado nacional, pelo local principal, que é São Paulo, em especial do interior."

Arialdo destaca que a retomada de voos no Ceará deve acontecer de forma gradual, com retorno, inclusive, das frequências para os oito destinos regionais no Interior até março.
Ronaldo Veras, assessor especial da Presidência da Azul Linhas Aéreas e um dos responsáveis pelo trabalho de negociação com o setor público, destaca a boa relação da companhia com o Ceará, com a adoção de projetos em parceria, que permitiu a oferta da ampliada tanto na Capital quanto em Jericoacoara e Aracati.

Ele conta que, neste primeiro momento, a companhia observa a demanda - antes, a ligação da Azul com Aracati era via Recife -, mas que os voos para a cidade, bem como para Jericoacoara, são observados com bons olhos pela empresa neste processo de retomada. "Já voltamos a operar para Jericoacoara direto de Campinas. No caso de Aracati, estamos fazendo esse teste com o avião de 132 passageiros para vermos a demanda."

"Nós já estamos com praticamente 65% da operação de antes da pandemia. Nós estamos mostrando aos passageiros que é seguro voar, vamos transportar agora todas as vacinas de maneira gratuita e esperamos que a gente possa superar essa crise de forma rápida", complementa o executivo.

O prefeito de Aracati, Bismarck Maia (PTB), comemorou a inauguração da nova rota, destacando que vai beneficiar toda a região do Vale do Jaguaribe, desde o turismo, que é o principal beneficiado, até os empresários que viajam a negócios.
"Temos um aeroporto regional, que hoje recebe o primeiro voo regular deste porte, em dois dias, quinta-feira e domingo, que são dois dias em que as operadoras de viagens mais gostam. Para mim, ver esse aeroporto é uma realização plena", afirmou.


Quem também celebrou o voo direto foi o servidor público de Porto Alegre, Anderson Telles. Ele visita Aracati pela primeira vez para aproveitar sete dias de descanso. Junto da esposa, ele conta que a facilidade proporcionada pelo voo direto o fez economizar horas de viagem e que ele vai poder aproveitar no destino. "Participar do voo inaugural foi uma proposta que recebi da Azul. Antes, haveria uma escala em Mossoró-RN. Com o voo direto, o passageiro fica mais estimulado a voltar".

Voltando para casa

Cearense de Icapuí, Jares Souza, é hoje morador de Guarulhos e veio passar férias junto de familiares. Ele conta que foi um alívio ter um voo direto da companhia, pensando na comodidade e na melhoria para a economia local. “Até esse voo inaugural, estava previsto para descer em Fortaleza e pegar outro transporte para chegar até Aracati. Isso vai ser muito bom para o povo daqui, para o desenvolvimento”, diz.

Vamos voltar

Moradora de Presidente Prudente-SP, a aposentada Teresa Zaffalon diz que ficou encantada com o destino. Aproveitou três cidades cearenses num roteiro pelo litoral, que terminou numa pousada em Canoa Quebrada. Ela diz que, para os moradores do interior de São Paulo, ter essa ligação direta estimula o retorno. “Acho que agiliza e facilita nossa volta. Pretendemos retornar em julho, nas férias do nosso neto, que mora nos Estados Unidos. Prometemos que o traremos para desfrutar de uma água morna, passeio de buggy, parapente, quadriciclos". 

O POVO

Comentários

To be published, comments must be reviewed by the administrator *

Postagem Anterior Próxima Postagem