"Em Plena Pandemia, o Ceará Ultrapassou a Marca de 4000 Homicidios no Ano ... E Você Nem Soube"

Segunda-feira dia 21/12 o estado rompeu uma marca simbólica e catastrófica ao mesmo tempo: ultrapassou 4.000 homicídios, somente no ano de 2020. 

Se contabilizarmos todos os homicídios desde o início da gestão do Sr. Camilo Santana, em 01/01/2015, nos aproximamos rapidamente de um número aberrante e aterrorizante de, pasmem, 25.000 homicídios! Esse número é um recorde histórico e nacional. Jamais um gestor foi capaz de errar, e persistir no erro, tanto e de maneira sistemática, deixando um legado de dor, medo e desconfiguração social para seu povo. Como o Sr. Camilo Santana conseguiu isso? Como o Sr. Camilo Santana banalizou a morte no Ceará!? Não é difícil se entender: uma mistura perversa de incapacidade técnica e gestora do Governador, aliada a uma conjuntura política oligárquica e atrasada, uma grande imprensa absolutamente domesticada, corrompida e amoral, e um "balaio" de pseudo-intelectuais, amansados por bolsas de pesquisa fictícias e cargos de terceiro escalão no governo. O Sr. Camilo Santana foi e continuará a ser a maior tragédia gestora na área de segurança pública que já ocupou o Palácio da Abolição ... Um pervertido-mor na (indi)gestão pública.

*Autor: Prof. José Raimundo Carvalho 
CAEN/UFC em 22/12/2020

Comentários

To be published, comments must be reviewed by the administrator *

Postagem Anterior Próxima Postagem