VPN: Como navegar na internet sem expôr os seus dados?

A importância da VPN para proteger os seus dados contra cibercriminosos

Quando você se conecta uma rede Wi-Fi pública, já se perguntou se alguém, em algum lugar, poderia estar te vigiando? 

Pode parecer algo absurdo mas ser monitorado por terceiros enquanto você navega pela internet, é algo relativamente simples e que não requer muitas habilidades. 

Quando usamos uma rede privada virtual (VPN), é possível proteger as suas informações de criminosos ou pessoas mal intencionadas, e conquistar um pouco de privacidade no ambiente online.

O que é VPN e como funciona?

Quando você utiliza uma VPN, é criado um túnel criptografado entre você e um servidor remoto que é operado pelo serviço de VPN. Todo o tráfego da Internet é roteado por esse túnel, para que os seus dados sejam mantidos em segurança. 

Como o seu seu computador está acessando a VPN, seu endereço IP, que funciona como um endereço residencial para o seu computador, é mascarado e passa a utilizar um novo endereço.

Para que você entenda a importância de uma VPN, vamos imaginar um cenário onde ela poderá ser utilizada. Considere a rede Wi-Fi pública, talvez em uma cafeteria ou aeroporto. 
Como é uma rede que pertence ao estabelecimento, você irá acessá-la sem muitos cuidados, pois acredita que seja segura.

Porém já se questionou se está rede Wi-fi é segura? Ou será que ela não está sendo monitorada por um criminoso? Ou algo pior, a única rede que não exige uma senha para acessá-la, na verdade é um ponto de acesso criado por alguém que deseja roubar os seus dados?

Pense nas senhas, dados bancários, números de cartão de crédito e simplesmente nas informações privadas que você transmite sempre que fica online.

Quando você acessa uma rede Wi-Fi pública através de uma VPN, pode ter certeza de que ninguém nessa rede será capaz de interceptar seus dados, nem as operadoras, tão pouco pessoas má intencionadas.
É importante ressaltar este último ponto, não é por que a rede recebe o nome do estabelecimento, que significa que ela é confiável.

Quando você utiliza o Wifi da sua residência, pode até parecer que é mais seguro, já que você é quem administra a rede, porém a VPN também pode ser útil neste caso.
Seu provedor de serviços de Internet pode acessar todos os seus dados, funciona desta forma porque além dos termos de serviços, existem leis federais que exigem que as empresas guardem às informações dos usuários. Isso significa que o seu provedor de acesso à Internet está ganhando dinheiro com os seus dados.

Um tema recente é a LGPD, o anacrônico para Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, onde as empresas devem permitir que os usuários decidam se elas poderão ou não armazenar e utilizar estes dados. 

Embora pareça que esta lei resolva grande parte dos problemas de privacidade, sabemos que as grandes empresas já possuem boa parte das informações dos seus usuários.

Para quem vive em países como a China, onde o acesso a internet é restrito, utilizar uma VPN permite acessar sites como Facebook, Tik Tok, entre outras redes. Utilizar o seu buscador favorito, como o Google ou Yahoo!, também pode ser algo proibido em alguns países.

Através da VPN, você pode se conectar em um servidor de um país diferente e alterar a sua localização. Se você estiver fora do Brasil, pode usar a VPN pode utilizar um endereço IP brasileiro, até mesmo para diminuir o tempo de resposta do servidor, o que torna a sua conexão mais rápida.
Um detalhe importante é que você deve se atentar é de utilizar VPNs que realmente protejam os seus dados, por isso é importante pesquisar antes de utilizar o serviço.
Eu preciso de uma VPN em todos os meus dispositivos?

Sim, você precisa utilizar  uma VPN em todos os seus dispositivos. Na maioria das vezes, os usuários da VPN são os mesmos, porém há algumas diferenças de desempenho, conforme o sistema operacional utilizado.

Para dispositivos móveis, a situação é mais complicada. A maioria das empresas oferecem aplicativos de VPN para Android e iPhones, o que é ótimo porque usamos esses dispositivos para nos conectarmos ao Wi-Fi o tempo todo. 

Porém nem sempre funcionam bem com conexões de celular, porém interceptar estas informações será mais difícil. Agentes do governo ou os serviços de inteligência, podem ter acesso a estes dados através da utilização da lei.

Utilizar um sistema operacional menos popular, como acontece com as distros do Linux, também não impede que seus dados fiquem expostos.

Nem sempre você poderá executar um aplicativo ou software de VPN, como é o caso do IoT(internet of things) ou Internet das Coisas, onde é possível conectar seus eletrodomésticos a internet.

Alguns roteadores permitem adicionar o serviço de VPN direto nas configurações, permitindo que até mesmo os seus aparelhos fiquem seguros.

O que uma VPN não fará?

É importante ressaltar que existem várias formas de rastrear o seu computador. Alguns serviços de VPN permitem que os cookies(informações sobre a sua navegação) sejam guardadas para consultas futuras.

VPNs de forma geral, zelam pela sua privacidade, porém precisam respeitar às leis como toda empresa. 
Caso contrário, uma VPN seria um grande aliado dos criminosos e a realidade é bem diferente. 

Serviços como o TOR criam diversos “nós” na sua navegação, dificultando o rastreamento da sua navegação. Ele também é administrado por uma ONG, e algumas VPNs também utilizam o serviço do TOR, porém de forma mais profissional.

Porém muitos especialistas de segurança, garantem que mesmo a rede TOR, não é tão segura quanto dizem, e por isso criminosos utilizam diversas técnicas para camuflar a sua navegação. Isso incluí acessar diversas redes públicas, invadir computadores pessoais, entre outras técnicas que dificultam a investigação.

Algumas empresas de VPN estão alocadas no Panamá, local onde as leis não exigem que às informações dos usuários sejam guardadas.

É muito importante que você leia as políticas de privacidade das empresas que oferecem o serviço de VPN, pois muitas declaram que guardam as suas informações para entregarem às autoridades policiais, caso sejam solicitadas.

A VPN também não lhe protegerá contra um malware ou trojan, que poderá capturas todos os seus dados durante a navegação. Isso porque estes programas maliciosos operam diretamente em seu sistema operacional, o que vai muito além das ações da VPN.

Qual VPN devo escolher?

É importante que você avalie todas as informações que foram passadas neste artigo, principalmente sobre como o serviço de VPN irá gerenciar os seus dados. 

Leve em consideração também a velocidade da navegação, já que alguns serviços podem torná-la tão lenta, a ponto de inviabilizar a sua utilização.

Lembre-se que o objetivo de utilizar a VPN é de manter a privacidade da sua navegação, qualquer serviço que comprometa os seus dados, deverá ser evitado.

Aliás, se você ficou curioso para utilizar o serviço de VPN,  poderá experimentá-lo acessando o site oficial.

Gostou de aprender um pouco mais sobre VPN? Tem alguma dúvida? Compartilhe  nos comentários, terei prazer em respondê-las

designcomcafe.com.br

Comentários

To be published, comments must be reviewed by the administrator *

Postagem Anterior Próxima Postagem