EM MEMORIA DE SANDRO BARRETO GUIMARÃES

✩15/09/1967 ✞14/02/2021

Ex-vereador de Fortaleza gasta R$ 173 mil na campanha e recebe apenas 441 votos

27 DE NOVEMBRO DE 2020
Carlos Dutra (Republicanos) já foi da base governista e secretário de Esporte e Lazer da Prefeitura de de Fortaleza. Foto: CMFor.

A disputa eleitoral deste ano em Fortaleza apresentou alguns casos de insucesso nas urnas que surpreenderam. Mas nenhum deles supera o do ex-vereador Carlos Dutra (Republicanos), candidato à uma das 43 vagas na Câmara Municipal, que gastou quase R$ 173 mil e obteve apenas 441 votos.

Carlos Dutra chegou a assumir uma vaga na Casa Legislativa nos últimos anos, com a licença de Elpídio Nogueira (PDT), mas voltou à suplência, já que em 2016 não conseguiu reeleição. Sempre alinhado com a base governista, o ex-parlamentar disputou as eleições deste ano pela oposição, mas não obteve sucesso.

Dutra foi o candidato do Republicanos que mais recebeu recursos financeiros para a campanha, juntamente com Ronaldo Martins, presidente estadual da sigla, que obteve mais de 30 mil votos, se tornando o vereador eleito mais votado da cidade.

Já Carlos Dutra, por algum motivo ainda não explicado, só somou pouco mais de 400 sufrágios. De acordo com a plataforma Divulgacandcontas, Dutra recebeu R$ 173,9 mil de seu partido, tendo pago despesas totais no valor de R$ 172,9 mil. Desse, R$ 82 mil foram com publicidade de material impresso, R$ 68 mil com serviços prestados por terceiros e R$ 14 mil com adesivos.

Nem todo esse investimento, que faltou na maioria das candidaturas a vereador registradas em Fortaleza, permitiu que o ex-vereador ficasse sequer entre os primeiros suplentes de sua legenda.

Pastor da Igreja Universal, Carlos Dutra foi eleito vereador pela primeira vez em 2008, pelo PSDB, sendo reeleito em 2012. Em 2016 não conseguiu reeleição, e passou a fazer parte da gestão do prefeito Roberto Cláudio, inclusive, já filiado ao PDT. No início do ano, porém, orientado por Ronaldo Martins, ingressou no Republicanos e começou a fazer oposição à gestão atual.
Em 2008, Dutra, que é natural do Rio de Janeiro, obteve 6.478 votos com apoio dos fiéis de sua igreja.

Quatro anos depois foi reeleito com 9.359 sufrágios. Porém, em 2016, mesmo obtendo 7.978 votos, ficou na terceira suplência dos parlamentares do PDT.

Suplente

Ele assumiu a vaga do vereador Elpídio Nogueira, que deixou o Legislativo para secretariar a pasta de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social na Prefeitura de Fortaleza.

Anteriormente, o cargo estava sendo ocupado pelo ex-vereador Joaquim Rocha (PDT). Carlos Dutra foi o terceiro suplente pelo PDT, na coligação formada em 2016 por PP, PDT, PTB e PROS.

Entre junho de 2017 e janeiro de 2019, o então pedetista exerceu o cargo de secretário na Secretaria de Esporte e Lazer de Fortaleza (Secel), órgão responsável pela organização e realização de ações e atividades esportivas e de lazer na cidade.

Blog do Edison Silva

Comentários

To be published, comments must be reviewed by the administrator *

Postagem Anterior Próxima Postagem