Post Top Ad

Covid-19 News

Post Top Ad

A informação foi dada pelo prefeito Roberto Cláudio, em transmissão ao vivo na noite desta segunda-feira (8)

Os números de pessoas que precisam ser encaminhadas a leitos hospitalares logo depois de procurarem postos de saúde e Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) de Fortaleza em razão de suspeita de Covid-19 passaram por uma diminuição no início de junho em relação aos meses anteriores, conforme dados apresentados pelo prefeito Roberto Cláudio em transmissão ao vivo na noite desta segunda-feira (8). 

Escrito por Redação, 20:25 / 08 de Junho de 2020.

Aquelas pessoas que já necessitavam ser encaminhadas a enfermarias tão logo eram atendidas nos postos e UPAs já somaram-se em 106, no dia 12 de maio. Neste domingo, contudo, a quantidade de pacientes nas mesmas condições baixou para 13.

Em relação a UTIs, por sua vez, pacientes que já chegavam com quadros graves e eram encaminhados imediatamente a leitos de alta complexidade passaram de 32, em 4 de fevereiro, para nenhum neste domingo. No sábado (6) somente uma pessoa esteve nessa situação, enquanto na sexta-feira (5) foram quatro pacientes. 

A chegada de pessoas na rede de saúde primária com quadros gripais, sugestivos de Covid-19 ou causados por outros vírus, teve pico em 11 de maio, com 2.139 pacientes. No começo, de junho, entretanto, pacientes com tais características somavam 634. 

Vidas poupadas com isolamento
Estimativa apresentada por Roberto Cláudio calcula ainda que mais de 9 mil vidas podem ter sido salvas em razão das medidas de isolamento social aplicadas em conjunto entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Fortaleza.

"Essa certamente foi a medida mais importante de todas. Em um gráfico de estimativas, a gente calcula que mais de 9 mil vidas foram salvas pela redução da velocidade de contaminação em virtude desse isolamento social precoce, sustentado, e é bom que se diga também, apoiado e cumprido pela larga maioria da população de Fortaleza", declara. 

Roberto Cláudio pontua, contudo, que ainda é necessário continuar em isolamento social, saindo de casa somente para atividades essenciais, mesmo com Fortaleza executando a primeira fase do período de retorno das atividades econômicas. 

Na última atualização da plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde, feita às 18h50, Fortaleza registrava 27.889 casos da Covid-19 e 2.569 mortes registradas. 

Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad