Maioria do STF confirma delações da JBS e Cid Gomes será julgado por receber propina

Ex-governador do Ceará, Cid Gomes
A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou, nesta quinta-feira (18), a validade da homologação das delações da JBS, com acordos de colaboração premiada, além da manutenção do ministro Edson Fachin como relator do caso.

O STF é formado por 11 ministros. Foram 7 votos a favor para que Fachin continue no caso JBS e pela validade da delação (Edson Fachin, Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski). O julgamento foi suspenso e deverá ser retomado na próxima quarta-feira. Somente após os onze votos o resultado será proclamado.


Sendo assim, a delação de Wesley Batista, um dos donos da JBS, está confirmada, e o ex-governador Cid Gomes está muito enrolado e será julgado na Lava Jato. O empresário afirmou que o irmão de Ciro Gomes, em 2014, recebeu R$ 20 milhões em propina para usar na campanha eleitoral.


“O governador Cid Gomes esteve lá no meu escritório, comigo e com Joesley, falou conosco, em São Paulo, e pediu uma doação. Nós perguntamos quanto ele esperava de doação, e ele falou que esperava de nós R$ 20 milhões. Eu falei: ‘olha, governador, impossível eu contribuir com R$ 20 milhões enquanto o Estado me deve R$ 110 milhões e não me paga. Como é que eu posso desembolsar R$ 20 milhões sendo que o Estado que você governa não me paga. Ele não falou nada, ele saiu e falou: ‘Tá bom, deixa eu ver o que posso fazer sobre esse assunto’”, disse Wesley na delação.


Entenda


Ainda segundo o empresário, esses R$ 20 milhões foram pagos da seguinte forma: R$9,8 milhões por meio de notas fiscais falsas frias de diversas empresas; e  R$ 10,2 milhões por meio de doações oficiais para vários candidatos.


Segundo Wesley, em 2010, também houve pagamento de propina:  R$ 4,5 milhões. Sendo R$ 3,5 milhões em notas frias e R$ 1 milhão via doação oficial.


No total, Cid Gomes teria recebido da JBS R$ 24, 5 milhões, em 2010 e 2014.


Fonte: CN7

Comentários

To be published, comments must be reviewed by the administrator *

Postagem Anterior Próxima Postagem