PF investiga: cresce lista de prefeitos do Ceará suspeitos de desviar dinheiro da Saúde

Gestores se aproveitam da dispensa de licitação prevista no estado de emergência
Conluio entre prefeitos e fornecedores estaria desviado o dinheiro da Saúde. 04/04 10:25

O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, quer que a Polícia Federal investigue prefeitos brasileiros  que estariam desviando os recursos da Saúde para o combate ao corona vírus. No Ceará, a relação dos prefeitos que estão na mira da PF só tende a crescer.

No Ceará, pelo menos 30% dos prefeitos não estão aplicando os recursos da saúde na luta contra o Covid 19. Há denúncias graves já encaminhadas às autoridades com vícios na conivência entre prefeitura- fornecedores, pois com a decretação do estado de emergência, não há necessidade de licitações. 

Deverão ser alvos da PF no Ceará os seguintes prefeitos: Júnior Saraiva (Capistrano), Gotardo Martins (Saboeiro), Doutor Artur (Uruburetama), Heloíde Rodrigues (Tejuçuoca), Marcelo Machado (Crateús), Iris Gadelha (Alto Santo), Dimitri Batista (Paraipaba), Fred Rego (Tauá), Cláudio Pinho (São Gonçalo do Amarante), Tiago Paes de Andrade (Catarina), Assis Arruda (Baturité), Bismark Maia (Aracati) e Kilsen Aquino (Uruoca).

E mais nomes deverão ser acrescidos. Todos deverão ser investigados e, logicamente, buscarão provar que são inocentes das suspeitas de desvio do dinheiro público

cn7.com

Comentários

To be published, comments must be reviewed by the administrator *

Postagem Anterior Próxima Postagem