Caixa detalha cronograma de pagamento do auxílio de R$ 600

Caixa já recebeu mais de 13 milhões de cadastros. A partir da 2ª parcela, beneficiários que não fazem parte do Bolsa Família receberão conforme um cronograma por data de aniversário.

O vice-presidente de rede de varejo da Caixa Econômica Federal, Paulo Henrique Angelo, detalhou nesta terça-feira (7) o cronograma de crédito do auxílio emergencial de R$ 600 nas contas dos trabalhadores.

O primeiro grupo, dos beneficiários do Bolsa Família, receberá o auxílio conforme o cronograma normal do programa, a partir do dia 16 de cada mês.




O segundo grupo, dos inscritos no Cadastro Único, receberá a primeira parcela a partir de quinta-feira (9), nas contas da Caixa ou do Banco do Brasil.


O secretário-executivo do Ministério da Cidadania, Antônio Barreto, esclareceu que quem entrou no Cadastro Único sem informar o CPF precisará fazer uma nova autodeclaração.


Já o terceiro grupo, formado trabalhadores informais, autônomos e microempreendedores individuais (MEIs) — que devem se cadastrar junto ao banco — receberá a primeira parcela a partir do dia 14 deste mês.


O vice-presidente de Tecnologia e digital da Caixa, Claudio Salituro, informou que o banco já recebeu 13 milhões de cadastros apenas nesta terça. A partir da segunda parcela, os beneficiários que não fazem parte do Bolsa Família receberão conforme um cronograma escalonado por data de aniversário.


Os nascidos em janeiro, fevereiro e março receberão a segunda parcela em 27 de abril. Os nascidos em abril, maio e junho receberão em 28 de abril. Os nascidos em julho, agosto e setembro receberão o benefício em 29 de abril. E os nascidos em outubro, novembro e dezembro receberão em 30 de abril.


Para a terceira parcela, o cronograma é semelhante. Os nascidos em janeiro, fevereiro e março receberão a segunda parcela em 26 de maio. Os nascidos em abril, maio e junho receberão em 27 de maio. Os nascidos em julho, agosto e setembro receberão o benefício em 28 de maio. E os nascidos em outubro, novembro e dezembro receberão em 29 de maio.


As datas referem-se ao depósito em conta dos valores, para transferências e pagamentos digitais. A Caixa ainda irá divulgar outro calendário para o saque em espécie do benefício.


Migração do Bolsa Família


A vice-presidente de governo da Caixa Econômica Federal, Tatiana Thomé, disse que o número de benefícios do Bolsa Família deve crescer com o ingresso de 1,3 milhão novos atendidos neste mês, chegando a 14 milhões de famílias. "Estimamos que 90% dos beneficiários do Bolsa Família migrarão para auxílio emergencial por 3 meses, porque recebem atualmente benefícios inferiores a R$ 600. Quem recebe benefícios superiores, continuará com o valor normal", explicou.


Tatiana apontou ainda que 70% dos beneficiários do Bolsa Família têm o costume de sacar os recursos em espécie. "Boa parte desses cidadãos poderão ser bancarizados no próximo mês com abertura de poupanças sociais digitais na Caixa", completou.


Agência Estado - Economia
por Agência Estado - Economia

7/4/2020 às 17h00 (Atualizado em 7/4/2020 às 17h39)

R7

Comentários

To be published, comments must be reviewed by the administrator *

Postagem Anterior Próxima Postagem