Auxílio emergencial: Caixa anuncia 1º pagamento para quem se inscreveu pela internet

LAÍSA DALL’AGNOL
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A Caixa anunciou que vai fazer nesta quinta-feira (30) o pagamento da primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600 para 1,7 milhão de pessoas que se inscreveram pelo aplicativo Caixa Auxílio Emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

Os beneficiários deste grupo receberão, de acordo com o banco, R$ 1,1 bilhão. Desse total, R$ 920 milhões serão creditados em contas da Caixa e R$ 211 milhões em contas de outros bancos.

Também receberão a primeira parcela do auxílio nesta quinta cerca de 1,9 milhão de pessoas beneficiárias do Bolsa Família.

Desde 9 de abril, quando teve início o pagamento do auxílio emergencial do governo federal, 50 milhões de pessoas já tiveram o benefício creditada pela Caixa, totalizando R$ 35,5 bilhões, já considerando os pagamentos desta quinta (30), diz a Caixa.

Ainda de acordo com o banco, dentre os inscritos pelo aplicativo e pelo site, 18,4 milhões já receberam o auxílio e totalizarão mais de 20 milhões de pessoas com esse novo pagamento.

Até o fim da manhã desta quarta-feira (29), 49,2 milhões de cidadãos haviam se cadastrado para solicitar o benefício.

FUNCIONAMENTO NO SÁBADO

A Caixa vai abrir 800 agências neste sábado (2) para atendimento exclusivo de informações e saque sem cartão do auxílio emergencial.

É possível consultar as agências que estarão abertas por meio do site http://www.caixa.gov.br/caixacomvoce/agencias-horario-especial/Paginas/default.aspx.

PAGAMENTO COMEÇOU EM BANCOS E LOTÉRICAS

A Caixa iniciou o pagamento dos valores no dia 9 de abril. A grana chega ao segurado de diversas formas. Para quem já estava no CadÚnico e tinha conta na Caixa e no Banco do Brasil, a grana cai nesta conta. Beneficiários do Bolsa Família recebem na conta habitual do programa. Inscritos via app e site recebem os valores na conta informada na hora ou na poupança da Caixa.

Já quem não tem conta em banco recebe via poupança digital social da Caixa, aberta para este pagamento. Neste caso, é possível transferir os valores para outros bancos ou sacar nas agências da Caixa e nas lotéricas. No entanto, há um calendário de liberação, conforme a data de nascimento do beneficiário.

CALENDÁRIO DE SAQUES

Segunda-feira (27) – beneficiários nascidos em janeiro e fevereiro
Terça-feira (28) – beneficiários nascidos em março e abril
Quarta-feira (29) – beneficiários nascidos em maio e junho
Quinta-feira (30) – beneficiários nascidos julho e agosto
Segunda-feira (4) – beneficiários nascidos em setembro e outubro
Terça-feira (5) – beneficiários nascidos em novembro e dezembro

Os trabalhadores não devem ir na Caixa fora da data marcada para liberação os valores, pois não vão conseguir fazer o saque. Nesta segunda (27), dependendo da região da cidade, os beneficiários enfrentaram filas de até cinco horas para receber. Veja o que pode ajudar a ter o auxílio mais rápido.

INSCRIÇÕES DE INFORMAIS

Os trabalhadores que se encaixam nas regras e têm direito aos valores podem se inscrever até o dia 2 de julho. Se tiver direito, eles vão receber a grana atrasada. A Caixa pagará atrasados de até R$ 1.800, podendo chegar a R$ 3.600 em alguns casos.

De acordo com a lei, pode receber o auxílio quem cumprir as seguintes condições, acumuladamente:

– É maior de 18 anos
– Não tem emprego formal
– Não receba benefício assistencial ou do INSS, não ganhe seguro-desemprego ou faça parte de qualquer outro programa de transferência de renda do governo, com exceção do Bolsa Família
– Tenha renda familiar, por pessoa, de até meio salário mínimo, o que dá R$ 522,50 hoje, ou renda mensal familiar de até três salários mínimos (R$ 3.135)
– No ano de 2018, recebeu renda tributável menor do que R$ 28.559,70

O futuro beneficiário deverá ainda cumprir pelo menos uma dessas condições:

– Exercer atividade como MEI (microempreendedor individual)
– Ser contribuinte individual ou facultativo da Previdência, no plano simplificado ou no de 5%
– Trabalhar como informal empregado, desempregado, autônomo ou intermitente, inscrito no CadÚnico até 20 de março deste ano ou que faça autodeclaração e entregue ao governo

CALENDÁRIO DA SEGUNDA PARCELA AINDA NÃO SAIU

Sem grana para pagar a primeira parcela do auxílio, dado o alto número de inscritos e beneficiários com direito, o governo ainda não tem data para pagar a segunda parcela. A intenção é fazer o pagamento ainda no mês de mais, mas as datas ainda serão divulgadas.

Da redação com Folhapress. Publicado em 29 de abril de 2020 às 22:57.
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Comentários

To be published, comments must be reviewed by the administrator *

Postagem Anterior Próxima Postagem