Post Top Ad

Covid-19 News

Post Top Ad

Por volta das 21h de sexta-feira 28 no centro da cidade de Betim, Minas Gerais, uma equipe da Polícia Militar recebeu informações sobre uma travesti que estaria caída ao solo, e perdendo muito sangue.

Os militares ao chegarem no local,  já estava sendo atendida pelo SAMU.

À vítima identificada como Alexia Freire, foi encaminhada para o Hospital Regional onde chegou sem vida, a mesma sofreu várias perfurações pelo corpo, e no pescoço na artéria carótida.

As buscas pelo autor do crime tiveram início rapidamente, e os militares conseguiram prender o autor, que foi identificado por “Jenifer”, que também é uma travesti, ela foi presa próxima do local do crime.

Segundo os populares, na sexta-feira de fevereiro, por volta das 15hs uma discussão aconteceu entre os envolvidos que eram vizinhas, o motivo, "Alexia" que morava acima da residência da acusada, jogava ossos para o cachorro que pertencia ao autora do crime.

E a noite, elas se encontraram no centro de Betim, em Minas Gerais e a tragédia veio acontecer.

A travesti acusada, confirmou para os policiais a autoria do crime, disse que tudo teve início devido a uma discussão banal no período da tarde, confirmou que se desfez da arma do crime durante a fuga.

O corpo de Alexia será transladado para Iguatu na próxima semana. Nas redes sociais, várias mensagens para a vítima demonstram a perplexidade de amigos e familiares com a triste notícia.

Alexia nasceu em Fortaleza, mas desde os dois anos de idade morava em Iguatu que já tinha como sua terra natal.

Fonte de compilação: Grupo Aracatipolicia24hs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad