Carnaval 2020 em Aracati. O campeão em reclamações em toda sua história

Enfim, acabou o carnaval, e depois de muitos anos acompanhando os pontos altos e baixos da festividade em Aracati onde, por tradição e devido a generosa área geográfica que favorece o maior fluxo de pessoas em um município do Ceará, permitindo e facilitando o acolhimento dos visitantes, este ano de 2020 foi um dos mais tumultuados pelas circunstâncias que toda a população cearense já sabe principalmente devido a paralisação dos policiais militares

Mas aqui no Aracati, a prefeitura acreditava que contratando segurança privada com 200 homens iriam resolver a ausência daqueles que realmente têm poder de polícia e a farda impõe respeito a uns, e medo a outros. 

Mesmo assim, a segurança pública para o evento envolveu a polícia civil e guarda municipal, além de um grupamento de PMs Boinas Vermelhas que foram campeões em reclamações de brincantes devido distribuição gratuita de cassetetes e spray de pimenta sem critérios. 


Na manhã de hoje um vídeo feito por uma das contratações Wallas Arraes disse que; "nunca sentiu tanta pressão como levar spray de pimenta com apenas dez minutos que estava na avenida chegando a lhe prejudicar no show sobre o trio elétrico”.

Foi o carnaval mais violento; duas mortes e um linchamento no centro da cidade em menos de cinco horas no sábado, registros de vários casos de overdose por álcool e drogas, inclusive levando uma jovem de 24 anos (foto acima) a óbito, desordem quanto aos paredões que provocaram descontentamento e revolta por parte de moradores que reclamavam desde o primeiro ao último dia, com barulho ensurdecedor e com repertório imoral levando famílias inteiras ao constrangimento, fosse na sede do município ou na praia de Majorlândia, além de não respeitarem idosos, crianças, enfermos ou até mesmo dá uma folga para o sono ou assistir algum programa de televisão.

Na atual gestão municipal a cada ano que passa, mais gastos travestidos de “investimentos” têm sido registrados. Somente com artistas e bandas desde o início do ano a prefeitura contratou quase três milhões e meio de reais, sem contar com palcos, equipamentos de som, trios elétricos, seguranças, alimentação e outros gastos. Os banheiros químicos nunca foram suficientes para impedir que a cidade ficasse emporcalhada já a partir do início do carnaval na quinta-feira e com certeza, devido as experiências de outros carnavais, o fedor acumulado de urina e outros dejetos permanecerá no centro da cidade pelo menos para os próximos 60 dias.

Mesmo com tantas reclamações e problemas registrados, o chefe da casa civil municipal Guilherme Bismarck que é filho do prefeito Bismarck Maia, já anunciava na penúltima noite de carnaval o seguinte; “O Aracati tem planos para o carnaval do Ceará dominar 2020 a 2030. Bahia que lute”.

Mas não tem problema! Carnaval em Aracati são apenas 6 dias, e hoje muitos já devem estar milionários.

Hoje, é quarta-feira de cinzas. Então a população já pode voltar a reclamar da desvalorização do servidor público, mega superfaturamentos em obras ou compras com dispensa de licitações, falta de investimentos para a saúde e nenhuma previsão para começar a tratar da falta de geração de emprego no município de Aracati.

Comentários

To be published, comments must be reviewed by the administrator *

Postagem Anterior Próxima Postagem