Fortaleza vence Goiás fora de casa e garante vaga na Copa Sul-Americana de 2020



Publicidade
Leão vence fora de casa, chega a 49 pontos, ultrapassa Goiás e conquista vaga inédita em competição internacional oficial. O Fortaleza está na Copa Sul-Americana de 2020. A vitória deste domingo sobre o Goiás, por 2 a 1, em pleno Serra Dourada, garantiu uma participação inédita para o tricolor numa competição oficial internacional.

Os gols foram marcados por Bruno Melo e Osvaldo, antes dos 30 minutos da primeira etapa. O Goiás descontou com Rafael Moura, também no primeiro tempo. Os goleiros Felipe Alves e Tadeu também se destacaram, com defesas importantes e que evitaram um placar maior.

Nas duas próximas rodadas, o Fortaleza vai buscar o melhor aproveitamento de um clube do Nordeste na era dos pontos corridos.

O Jogo
O primeiro tempo de jogo foi morno. O Goiás não conseguia se impor como mandante e o Fortaleza não encaixava bem os contra-ataques, mesmo com os velocistas Edinho, Osvaldo e Romarinho. Até mesmo a quantidade de passes trocados na etapa inicial ficou abaixo dos 200 por parte do Tricolor, bem diferente do normal.

Com poucas chances reais, o primeiro gol saiu de bola parada, numa jogada antiga do Leão. Aos 16, Juninho cobrou escanteio e Bruno Melo, na primeira trave, mergulhou para cabecear, surpreendendo o goleiro Tadeu.

O Esmeraldino ainda tentava se recuperar da primeiro gol quando o Fortaleza ampliou o placar. Numa jogada rápida, Edinho partiu para cima da marcação e na grande área rolou para trás. Osvaldo vinha em velocidade e chutou forte, sm chances de defesa.

Com mais posse de bola, o Leão administrava. O Goiás insistia em bolas cruzadas e lançamentos, quase todos cortados pela defesa tricolor. Quando o resultado parcial de 2 a 0 se encaminhava para o intervalo, aos 43, numa bola levantada, Michael desviou de cabeça e a bola sobrou para Rafael Moura, na pequena área, só completar para a rede. A arbitragem de campo marcou impedimento, mas o árbitro de vídeo (VAR) constatou a posição legal.

O segundo tempo foi bem diferente. Jogo franco, com chances claras dos dois lados. Michael, teve uma chance cara a cara com Felipe Alves, que esperou o momento certo para cair e fazer a defesa. O mesmo aconteceu com Tadeu, em duelo particular com Kieza. O mesmo aconteceu com André Luís, lançado por Ceni no segundo tempo, mas o atacante do Leão estava em posição irregular.

Com mais volume de jogo e embalado pela torcida, que compareceu em bom número (mais de 27 mil). Acostumado a desequilibrar, Michael não brilhou muito e as esperanças do torcedor esmeraldino recaíram sobre Rafael Moura, sempre perigoso na grande área. Ney Franco lançou mais jogadores de meio e ataque para aumentar a pressão, mas também oferecia mais espaço para o Fortaleza contra-atacar.

Apesar de melhor tecnicamente, o segundo tempo terminou sem gols e o resultado final ficou mesmo em 2 a 1 para o Fortaleza.

Por
BRENNO REBOUÇAS
17:59 | 01/12/2019

O POVO ON-LINE Publicidade