Estudantes da Escola Barão de Aracati conquistam ouro na Olimpíada de Língua Portuguesa

11 DE DEZEMBRO DE 2019 - 16:53
Bruno Mota - Texto
O curta-metragem intitulado “Meu lugar, Ubaranas”, produzido por alunos da 1ª série da Escola de Ensino Médio (EEM) Barão de Aracati, situada no município de Aracati, foi premiado com medalha de ouro na Olimpíada de Língua Portuguesa (OLP) 2019, na categoria documentário. A cerimônia de premiação foi realizada em São Paulo-SP, na última segunda-feira (9). Os alunos André Valente, Bruna Vitalino e Lucas Gomes, responsáveis pelo projeto, junto com o professor orientador Márcio Rocha, viajaram à capital paulista para participar do evento.

De acordo com as regras da Olimpíada, o vídeo deveria focar no tema “o lugar onde vivo”. Daí surgiu a ideia de retratar a localidade de Ubaranas, distante 15 quilômetros da sede de Aracati, onde reside o estudante André Valente.

Bruna Vitalino explica que a vivência lhe fez desenvolver memória afetiva pelo local. “Relembrar histórias do passado, principalmente de pessoas que viveram aquilo, é algo que nos toca muito e que ao mesmo tempo traz riquezas para o nosso conhecimento”, considera.


Para desenvolver o trabalho, relembra Bruna, foi necessário fazer pesquisas em registros escritos e visitas à localidade. “Essa experiência gerou em nós diversos conhecimentos.Tudo isso nos fez saber de histórias e pessoas que passaram pela questão da escravidão”, esclarece.

A estudante revela que se sente motivada para continuar fazendo novos projetos na área cinematográfica. “Pretendo me aperfeiçoar muito mais nessa área. Aprendi várias coisas sobre o cinema e me apaixonei pelo mesmo. O plano que eu tenho em mente é fazer mais documentários retratando histórias que já foram vividas e que nunca tiveram a oportunidade de serem relatadas”, indica.

Sobre a sensação de ver o trabalho sendo vencedor da OLP 2019, Bruna descreve como tendo sido extraordinária. “Pelo tanto de esforço que nós passamos para que tudo isso fosse feito, só tenho que dizer uma coisa: nunca pare de sonhar. Um dia, mesmo que demore, eles vão  acontecer”, finaliza.

Fonte: SEDUC CEARÁ

Comentários

To be published, comments must be reviewed by the administrator *

Postagem Anterior Próxima Postagem