Estacionamento provisório da Praia de Canoa Quebrada em Aracati/CE, começa a funcionar na sexta-feira 27, para o réveillon de 2020

O estacionamento provisório de Canoa Quebrada, no litoral Leste cearense, começa a funcionar em fase experimental nesta sexta-feira 27 de Dezembro de 2019, modificando o fluxo de veículos na faixa de praia e nos estabelecimentos. Com a mudança, ônibus, vans e caminhões estão impedidos de chegar até à praia para otimizar o trânsito e como medida de preservação ambiental. Não serão cobradas taxas para usar o estacionamento, mas quem infrigir a norma deve ser multado em R$ 195,23.

As obras de construção dos estacionamentos ainda não estão finalizadas, mas a nova logística deve otimizar o movimento intenso comumente registrado na alta estação. “A gente está tomando essa medida agora no final do ano como forma paliativa, ainda que estacionamento não esteja totalmente pronto, por conta do réveillon. Vai ter muita gente principalmente por causa das atrações”, esclarece Fátima do Carmo, Superintendente das Praias de Aracati.

Somente após o período de maior movimentação é que dará início o processo licitatório para o fim das obras. “Nós conseguimos, com um dono de terreno, durante quatro meses a (cessão do espaço) para a Prefeitura”, conta a superintendente. Os carros de passeio permanecem com autorização para circular no local nesta primeira fase, mas para a continuidade das obras será feita uma consulta à comunidade para definir a regulação dos veículos.

Já os coletivos devem entrar na Vila de Canoa Quebrada para levar os turistas somente onde há comprovação de estacionamento interno. Os proprietários devem fazer o registro com placa e modelo do veículo ao Departamento Municipal de Trânsito e Transportes (Demutran), com pelo menos 24 horas de antecedência.

Entregas de mercadorias só podem se feitas em Canoa Quebrada entre 7h e 9h e 15h e 17h.
Os veículos de transportes de passageiros credenciados pela administração pública devem fazer uma rota circular e poderão estacionar, um por vez, no local usado anteriormente.

As vans devem ficar no estacionamento ao lado da Areninha para fazer o translado dos turistas que chegam em ônibus.
Fátima pontua que a medida deve resultar na melhoria da qualidade de vida dos moradores e na estadia dos turistas com a diminuição do trânsito e da poluição. “Todo o transporte coletivo vem aqui pra Canoa que é uma Área de Proteção Ambiental. Eu já cheguei a contar 100 ônibus parados em toda a orla daqui o que prejudica imensamente o meio ambiente”, destaca.

Diário do Nordeste

Comentários

To be published, comments must be reviewed by the administrator *

Postagem Anterior Próxima Postagem