Identificada a quinta vítima do desabamento do edifício Andreas em Fortaleza/CE



Publicidade
A quinta vítima do desabamento do Edifício Andrea, que aconteceu na manhã dessa terça-feira, 15, em Fortaleza, foi identificada.
Trata-se de Nayara Pinho Silveira, de 31 anos. Ela foi encontrada no início da tarde desta quinta-feira, 17, mais de 48 horas depois do colapso das estruturas do prédio.

A informação foi divulgada pelo comandante Eduardo Holanda, do Corpo de Bombeiros, em coletiva de imprensa no fim da tarde desta quinta-feira. Segundo ele, a informação de que a vítima teria sido encontrada com vida ainda na noite de quarta-feira, 16, não procede. "A gente sequer tinha visualização da Nayara ontem a noite. A primeira visualização dela se deu hoje pela manhã, através de um braço. A gente fez, então, todo o trabalho de escavação, mas ela já estava sem vida", explicou.

A movimentação que aconteceu na noite de quarta, interpretada como o possível resgate de uma pessoa ainda com vida, teria sido causada por conta de um ruído que foi ouvido pelos Bombeiros. "Qualquer ruído que tenha na estrutura, a gente para e é feito absoluto silêncio para que a gente possa ascultar esse ruído". O provável ruído não foi ouvido novamente, portanto foi descartada a possibilidade de alguém ter sido ouvido.

Nayara Pinho Silveira e seu pai Antônio Gildasio Holanda Silva, com familiares em Crateús, residiam há pouco tempo no apartamento 301 do prédio. Fazia pouco tempo da morte da mãe. Antônio Gildasio, 60, foi a quarta vítima resgatada já sem vida dos escombros do prédio.

O balanço atualizado da tragédia do Edifício Andrea segue dessa forma: 5 mortes, 4 desses foram identificados; 7 pessoas resgatadas com vida e 5 continuam sob os escombro.

*Compilado do Grupo Aracatipolicia24hs Publicidade