Populares em Aracati realizam mobilização pedindo que o governo do Estado do Ceará reveja punição contra 8 PMs do RAIO



Publicidade
Começo de noite de sábado dia 14 de setembro, populares da cidade de Aracati com forte presença dos moradores da localidade de Sítio Cumbe realizaram uma mobilização em prol da permanência de oito (8) policiais
militares do BP RAIO que foram afastados pela Controladoria Geral de Disciplina (CGD) das suas funções nas ruas do município.


As duas equipes de 'raianos' teriam sofrido punição devido uma ação sobre as dunas da comunidade de Cumbe. A ação aconteceu há um ano quando dois elementos foram baleados em confronto com os policiais. Um dos indivíduos morreu. Tempos depois, uma denúncia anônima teria sido a motivação para que a CGD abrisse inquérito disciplinar que culminou com o afastamento dos PMs.  


Ao saber que os agentes de segurança pública receberam tal punição há quase dois meses, e por estarem em defesa da sociedade, inclusive por iniciativa dos moradores da própria comunidade de Cumbe, foi criado um grupão em apoio aos RAIANOS pelo whatsapp, quando em protesto, cobram do governo do Estado através do órgão de segurança para reconsiderar a decisão e pela permanência dos oito policiais de volta as atividades normais.

Abaixo, o relato de uma cidadã que faz um agradecimento a todos os envolvidos antes e durante o movimento que promete haver novos capítulos.


"Sim, valeu a pena a noite do dia 04/09 ás 21h24min quando um dos Raianos afastado pela malograda CGD pediu ajuda, valeu a pena mobilizar pessoas naquela mesma noite, valeu a pena pesquisar, estudar e entender de leis, valeu a pena ir à rádio, valeu a pena conhecer e ter a atenção do Major Mário da PM de nossa urbe, valeu a pena todo o esforço feito em favor da guarnição do Raio. Sinto que como cidadã, dei minha contribuição, sinto que como advogada, cumpri meu juramento e gostaria de parabenizar a todos, dizer que juntos não temos títulos, não somos líderes e muito menos fizemos política. Tivemos uma voz uníssona, abdicamos de nossos nomes, nossas profissões e nossas posições para sermos somente a população do Aracati defendendo o que é nosso. Hoje, meu nome não foi Rosângela, meu título não foi Dra. Eu fui apenas cidadã e somente defensora dos nossos protetores. Enfim, que outras mobilizações populares aconteçam e que nossos munícipes efetivamente participem. Gratidão é o que me resume".

por Rosângela Peixoto (cidadã e advogada) Publicidade