8 Policiais do BPRaio foram afastados das ruas de Aracati/CE



Publicidade
Tomei conhecimento que nesta segunda-feira (22), oito Policiais do BPRAIO foram afastados das suas funções
nas ruas de Aracati. Nossa cidade deu um enorme salto no combate ao crime e agira fica desfalcado de policiamento, de pais de famílias que arriscam suas vidas para defender uma sociedade que até pouco tempo não vislumbrava que em curto espaço de tempo, com a chegada do RAIO a nossa cidade teríamos uma redução bastante considerada no alto índice de crimes, dentre os quais, com grande frequência os assassinatos.

Vale a pena destacar que muitos cidadãos aracatiense um dia sonharam fazer parte da polícia de elite no Estado do Ceará.

Não resta a menor dúvida que, decisões como essa causa desmotivação também para os demais guerreiros e companheiros de farda. Será que essa baixa em nosso contingente pode estar relacionado a algum processo disciplinar interno? Toda a imprensa no Ceará tem acompanhado inúmeras reclamações de policiais, representados pelos respectivos sindicatos demonstrando total descontentamento e consequentemente pela insegurança da parte de policiais, que escolheram defender a população de bem, mas no outro lado da linha parece existir uma proteção da lei que atrasa o processo de combate ao crime. 

Não é raro acompanhar pelos noticiários que, no Brasil, o policial mesmo em confronto armado, não pode atirar contra criminosos que nada tem a perder e assim sendo possuem a preferência para que o disparo por armas de fogo, independentemente do calibre e uma lei de desarmamento onde só o cidadão de bem perdeu o direito a posse de arma, tanto faz ser policial ou não, só devem atirar após receber primeiro uma rajada de tiros para somente depois atirar na vã tentativa de se defender, de preferência sem ferir.

Ou os órgãos de controle de segurança muda a estratégia e passam a valorizar mais o trabalho de policiais, ou chegaremos ao retrocesso perdendo oxigênio para o crime.

#devolvamnossosraianos Publicidade