Prefeitura de Aracati informa aos servidores municipais, "voltem aos seus locais de trabalho"

Conforme reunião de negociação ocorrida entre os representantes da greve dos servidores públicos e a
Prefeitura do Aracati, foi acordada uma nova rodada de negociação em 23/05, às 17h, desde que houvesse uma trégua na greve com o consequente retorno dos trabalhadores aos seus postos, mantendo o Estado de Greve.

Neste sentido, após a busca de exaustivas formas para solucionar o impasse colocado, a Prefeitura informa que:

•  Considerando que o município depende quase que exclusivamente de recursos oriundos dos governos federal e estadual;

•  Considerando que esses repasses têm tido quedas expressivas constantemente, devido à queda na atividade econômica do Brasil, de amplo conhecimento da população;

•  Considerando que tanto o governo federal quanto o estadual ainda NÃO deram nenhum reajuste aos servidores e estão em negociação com as respectivas categorias, objetivando o potencial de reajuste aos servidores, à luz da arrecadação e da capacidade de honrar os futuros pagamentos;

•  Considerando que a Prefeitura do Aracati, entendendo a importância dos servidores públicos efetivos para a qualificação do bom atendimento à população e não tendo chegado a uma solução definitiva quanto ao índice a ser aplicado aos seus salários, decide aguardar sinalizações dos governos estadual e federal para qualquer tomada de decisão acerca de reajustes que impliquem em responsabilidade financeira;

Reitera-se ainda que é inexplicável e injustificável a inserção na greve do setor da educação, pois além de prejudicar seriamente as crianças e adolescentes (calendário escolar, etc), o setor já recebeu o reajuste salarial de 4,17%, de acordo com a lei federal, além de muitos estarem em escolas novas e/ou reformadas, como por exemplo, o Colégio Municipal.

Outrossim, a prefeitura reitera a busca de uma solução para o impasse, que seja benéfica aos funcionários e a população, porém que tenha lastro em sua arrecadação pública municipal, a fim de não incorrer em crime de responsabilidade fiscal. 

Certos da compreensão do momento atual, que os servidores voltem ao seus postos de trabalho para o devido atendimento ao povo de Aracati.

*Fonte: Facebook da Prefeitura do Aracati

AGORA, VAMOS NÓS!

É impressionante como a prefeitura ficou pobre e entrou em crise de um dia para outro, ou pior, "de um dia até às eleições para eleger o filho deputado federal, restando apenas uma raspinha de alguns milhões para fazer um dos mais caros carnavais do Brasil". #queromeuprefeitocomoeraantesdaeleicaodedeputado

1 Comentários

  1. Para o conhecimento de todos, esse reajuste que a prefeitura do Aracati de 4,1% concedeu à categoria dos professores em jan/2019, ainda não foi implantado até maio/2019.
    A greve são dos servidores municipais da Educação e Saúde. Para os trabalhadores da saúde nem promessa de reajuste. Esperamos que a autoridade competente resolva o impasse, porque nós queremos voltar ao trabalho. A greve foi o nosso último recurso, mediante a recusa, por parte do Prefeito da nosso Aracati, da negociação com a categoria.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem