Piloto de helicóptero usado para matar Gegê do Mangue diz que foi contratado por chefe de facção executado em SP

Por meio de advogado, Felipe Morais afirmou que foi obrigado a pousar aeronave no Ceará e que presenciou execuções. O piloto do helicóptero usado na operação em que foram assassinados Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, e Fabiano Alves de Souza, o Paca, integrantes da
facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), disse que foi contratado para levar passageiros do Ceará para São Paulo e obrigado a pousar pouco depois da decolagem.

Ele negou ter simulado uma pane na aeronave e disse que viu as execuções em Aquiraz, a 30 quilômetros de Fortaleza.

O advogado de Felipe Morais contou ao Fantástico que o piloto foi contratado por Wagner Ferreira da Silva, conhecido como Cabelo Duro, também da cúpula do PCC e executado a tiros na frente de um hotel em São Paulo na última quinta (22). Segundo a defesa, Morais escondeu o helicóptero e pretende se apresentar à polícia nesta semana.

G1

Comentários

To be published, comments must be reviewed by the administrator *

Postagem Anterior Próxima Postagem