Post Top Ad

Covid-19 News

Post Top Ad

Oito dos 13 vereadores do município de Itarema, no litoral oeste do Ceará, foram presos de forma preventiva por suspeita de terem cometido estelionato e falsidade ideológica no exercício do mandato. As prisões aconteceram nessa quarta-feira (28) dentro da segunda fase da Operação Fantasma, deflagrada pelo Ministério Público do Ceará.

Segundo as investigações, a Câmara Municipal de Itarema contratou diversos funcionários fantasmas, que recebiam sem ir
trabalhar. Esses funcionários estariam repassando parte dos salários para os vereadores que foram presos.


A Justiça determinou o afastamento dos vereadores e de servidores da Câmara envolvidos no esquema. A reportagem tentou contato com a Câmara Municipal e com a prefeitura de Itarema, mas não obteve resposta.  

FONTE: 
http://radioagencianacional.ebc.com.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad